LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN

Até 08 de maio. Na Casa da Cultura de Santa Cruz | Quinta do Revoredo. 
Da artista Cristiana Sousa. 
A mostra “abrutamente”, apresenta uma analogia entre o papel da mulher e o imaginário tradicional popular. Como se de um conto feérico se tratasse, vemos plasmada nas suas pinturas desenhadas uma narrativa que resgata um tempo em que a mulher de más condutas detinha a capacidade (entre outras) de se transformar na mais brutal e assustadora criatura.
Muitos são os mitos e lendas contados pelo povo madeirense sobre mulheres sábias, detentoras de um conhecimento ligado à terra e de uma astúcia assombrosa. Temíveis seres, eram por isso condenadas ao anonimato, a viver à margem.
A heresia das feiticeiras é produto do fértil imaginário popular. Imaginário esse que Cristiana de Sousa recupera e reinterpreta nas suas obras, num exercício de resistência e individualidade, um grito que soa a liberdade e que convida ao jogo dicotómico luz/escuridão. Em abrutamente somos transportados para um lugar quase onírico, onde o medo e o deslumbramento nos conduzem ao fantástico mundo das bestas em que se podem tornar uma mulher.

andorinha