LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN
Em 1950, por iniciativa da Federação Democrática Internacional das Mulheres, foi proposto às Nações Unidas que fosse criado um dia dedicado exclusivamente às crianças. Esse dia foi comemorado, pela primeira vez, no dia 1 de junho desse mesmo ano nascendo, assim, a celebração do Dia Mundial da Criança. Esta data é assinalada, anualmente, no nosso país, com várias iniciativas. O Museu Etnográfico da Madeira comemora este dia, com a partilha de uma oficina, no âmbito da Rubrica online “QUERES SABER-FAZER”, apresentando a cadeia operatória de um “cata-vento” ou “ventoinha”, para proporcionar aos mais jovens momentos lúdicos.
O catavento é um brinquedo que imita a técnica dos moinhos de vento, aproveitando a energia eólica para fazer girar as ‘pás’.
Noutros tempos, os brinquedos tradicionais, como a bola, o papagaio de papel, a boneca, o cavalo de pau, o carro de cana ou o cata-vento, eram construídos, maioritariamente, pelas próprias crianças. Brincavam, também, com os recursos que a natureza oferecia – areia, água, pedras, penas de aves – e com todo o tipo de pequenos objetos.
A partir do século XIX, dá-se uma grande modificação nos divertimentos. A industrialização e o consequente crescimento da classe média, permitiu o desenvolvimento de uma verdadeira indústria nesta área e a utilização de novos materiais, o desenvolvimento de conhecimentos técnicos (mecanismos e motores cada vez mais complexos) e a revolução eletrónica, permitem a criação de novos brinquedos.
Com esta atividade pretende-se dar a conhecer a construção deste brinquedo.
 cataventotradicional.