LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN

Dia 21 de maio | 10h30 – 12h30. 
No Atelier do Museu Etnográfico da Madeira. 
O ICOM propôs como tema do Dia Internacional dos Museus, a celebrar no dia 18 de maio, “O Poder dos Museus”. 
No Dia Internacional dos Museus 2022, pretende-se explorar o potencial dos museus para trazer mudanças positivas em suas comunidades através de três lentes: o poder de alcançar a sustentabilidade; o poder de inovar em digitalização e acessibilidade e o poder da construção da comunidade por meio da educação. 
O Museu Etnográfico da Madeira decidiu, então, debruçar-se sobre o “poder de alcançar a sustentabilidade”.
O uso dos recursos naturais, sem critérios adequados de preservação do ambiente natural, e o consumo irresponsável dos produtos gerados pela tecnologia têm conduzido o planeta a um caminho de degradação, colocado em risco iminente a sobrevivência de boa parte da humanidade.
Deste modo, O MEM decidiu organizar uma atividade sobre a sustentabilidade ecológica, que defende o potencial de produção de bens a partir de recursos reutilizáveis.
No dia 21 de maio terá lugar, no atelier do museu, a Oficina “Sustentabilidade ecológica: o cigano ou fogão de farelo”, na qual se divulgará um pouco da História deste artefacto, um fogão artesanal ancestral, utilizado no nosso arquipélago e serão transmitidas as técnicas utilizadas na sua construção.
Trata-se de uma tecnologia socioambiental sustentável, na medida em que, na construção da sua estrutura, utiliza-se uma lata de tinta reutilizada, que iria para o lixo, contribuindo para o aumento da poluição e que ganha, assim, uma segunda “vida”. Esta tecnologia constitui, também, uma opção mais económica e reutiliza um recurso energético, o qual, embora de origem natural, seria desperdiçado.
Como combustível, são usados resíduos florestais, nomeadamente o “farelo de madeira” (os brasileiros designam de pó de serra” ou “pó de serragem”), reduzindo a quantidade de resíduos sólidos de madeira que são desperdiçados, sem uma devida aplicação, contribuindo para a manutenção das coberturas florestais e para a conservação e utilização socio ambientalmente sustentável, da biodiversidade e dos solos.

CARTAZ internacional 2022 oficina cigano