LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN

Direção Regional do Arquivo e Biblioteca da Madeira

BPM6Com a publicação do Decreto Regulamentar Regional n.º 7/2020/M, que aprova a orgânica da Secretaria Regional de Turismo e Cultura (SRTC), foi criada a Direção Regional do Arquivo e Biblioteca da Madeira (DRABM), tendo-lhe sido cometidas atribuições no âmbito dos arquivos e das bibliotecas, da divulgação cultural e da investigação da história insular.
A nova Direção Regional é um serviço executivo da SRTC que sucede ao Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira e centraliza funções de arquivo histórico da RAM, de arquivo definitivo da administração pública regional e de biblioteca pública regional, integrando ainda o Centro de Estudos de História do Atlântico – Alberto Vieira. Tem por missão salvaguardar e divulgar o património documental e bibliográfico da RAM, assegurar a memória contínua da sua administração, incentivar a difusão do livro e da leitura e promover o conhecimento e a investigação científica da história da Região no quadro do espaço atlântico.
As origens da DRABM remontam ao ano de 1931 e à fundação do Arquivo Distrital do Funchal, cujo primeiro diretor foi João Cabral do Nascimento. Regionalizado em 1980, este Arquivo passa a estar sob tutela da Direção Regional dos Assuntos Culturais e a designar-se de Arquivo Regional da Madeira. Um ano antes e sob a mesma tutela, havia sido criada a Biblioteca de Documentação Contemporânea, beneficiária do Depósito Legal de publicações desde 1982 e origem da Biblioteca Pública Regional, instituída em 2003. Em 2016 ambas as instituições se fundem no Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira.
A DRABM custodia um acervo diversificado e em constante crescimento, em virtude das incorporações de arquivos e dos ingressos ao abrigo do Depósito Legal, que ascende a mais de 22 km lineares de documentos. Na componente de arquivo, este acervo consubstancia a memória documental da Região desde os primórdios do povoamento do arquipélago no século XV, num universo arquivístico que se divide entre aquivos públicos e privados e se reparte ainda por uma apreciável diversidade de tipologias e suportes – dos documentos produzidos pelas administrações, aos arquivos familiares ou pessoais, dos manuscritos aos documentos iconográficos e à fotografia, do pergaminho e do papel, aos suportes analógicos ou digitais . Na componente de biblioteca, computam-se mais de meio milhão de espécies bibliográficas, entre monografias e publicações periódicas, incluindo uma vasta coleção histórica de jornais madeirenses e um fundo de livro antigo com espécies que remontam ao séc. XV. Uma parte significativa do acervo encontra-se acessível por via digital nas plataformas de pesquisa de arquivos e bibliotecas disponíveis no sítio web do ABM.


Serviços ao utilizador (para mais informações consulte a página institucional do ABM )

• Leitura pública e reproduções
• Certidões e averbamentos
• Pesquisas e informação documental
• Empréstimo de livros
• Consultoria e apoio a bibliotecas
• Consultoria e apoio a arquivos
• Serviço educativo
• Auditório (serviço onerado)


 

Tutela:
Secretaria Regional de Turismo e Cultura

Morada:
Caminho dos Álamos, n.º 35
9020-064 Funchal

Telefone:
(351) 291 708 400

Fax:
(351) 291 708 402

E-mail:

WebSite:
ABM

Siga-nos no facebook
Arquivo e Biblioteca da Madeira


Períodos de atendimento ao público do ABM:

Serviço de Certidões
Sala de Leitura do Arquivo e Reservados
Sala de Leitura Geral (Biblioteca) e Sala Infantojuvenil
Dias úteis, entre as 10h00m e as 15h30m.
Dias úteis, entre as 10h00m e as 16h00m.


Transportes Públicos Urbanos:
Autocarros: 14 e 46.