LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN

Antigamente, o "pão de casa” era amassado e cozido nas unidades domésticas, costume que ainda se mantém, em algumas casas das zonas rurais.
Na confeção tradicional deste tipo de pão, cuja base era a farinha de trigo, era costume juntar batata-doce cozida, sal e fermento, que eram misturados na amassadeira.
A batata doce cozida esmagada era adicionada à farinha, juntando-se fermento e água morna. Em seguida, amassava-se tudo muito bem até ficar numa massa homogénea. A amassadeira depois era coberta com uma toalha durante algum tempo para a massa levedar, antes de ser tendida. Enquanto isto, o forno ia consumindo a lenha até atingir a temperatura pretendida. Depois a massa era tendida, formando-se os pães que posteriormente seriam colocados no forno a cozer.
Na cozinha do Solar de S. Cristóvão, permanece um forno original a lenha, sobre lajeado de pedra e apetrechos tradicionais de uma cozinha madeirense.

Créditos: Solar de São Cristóvão

fornoalenha