LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN

A nova publicação do Museu Etnográfico da Madeira, o nº4, da coleção CADERNOS DE CAMPO, “Lapinhas d’A Festa”, lançado a 18 de dezembro de 2020.

Na Madeira, os festejos do Natal são vividos de uma forma muito intensa e a preparação desta Festa, como é designada, pela sua importância na vida insular, revestiu-se, sempre, de minuciosos preparativos e rituais, sendo que a armação do presépio ou lapinha, como é costume chamarmos aqui no arquipélago, constitui, um desses rituais simbólicos com muita tradição. Esta publicação é dedicada a esse ritual, visando-se, sobretudo a divulgação dos presépios tradicionais de escadinha e de rochinha, incidindo sobre a sua montagem e os artefactos utilizados na sua ornamentação.
O projeto editorial do Museu Etnográfico da Madeira, a coleção “Cadernos de Campo”, tem como principal objetivo trazer a público, como o design gráfico e o próprio nome sugerem, o resultado do trabalho de investigação efetuado pelo museu, em trabalho de campo, para recolha, inventariação, preservação e divulgação do nosso património cultural material e imaterial, geralmente com pouca visibilidade.
Este projeto vem completar o trabalho de divulgação, desenvolvido pelo museu ao longo de mais de 20 anos, visível na exposição permanente e nas inúmeras exposições temporárias, com as quais pretendeu-se trazer a público, com uma periodicidade constante, a investigação desenvolvida no museu e as suas coleções que se encontram em reserva, permitindo a sua rotatividade.
Estas edições não pretendem ser estudos teóricos exaustivos dos temas, mas, essencialmente, estudos etnográficos, de divulgação de utensílios, técnicas e rituais, testemunhos preciosos do nosso património cultural, recolhidos em trabalho de campo, para estudo, inventariação, exposição e divulgação.
As obras têm, também, como objetivo, salvaguardar e divulgar o “saber-fazer” ancestral, associado a várias atividades tradicionais, testemunhos do nosso património cultural, estimulando também potenciais jovens interessados em dar continuidade a algumas artes, motivo pelo qual privilegiamos, nestas edições, a fotografia e a ilustração, apresentando, de forma minuciosa, as cadeias operatórias de confeção dos artefactos.
Os livros têm, na sua maior parte, textos, fotografias e ilustrações, da autoria dos técnicos do museu, trazendo a público, o trabalho que toda a equipa desenvolve nesta instituição.
Até esta data foram publicados três números desta coleção: o Nº1, “Artefactos em cana vieira”, foi publicado em 2017; Em 2018, foi publicado o Nº2, com o título “Traços de madeira. A arte de embutir”; e o Nº3 desta coleção, “Festas e Romarias da Madeira” foi editado em 2019, ano em que o Museu Etnográfico da Madeira candidatou este projeto editorial aos Prémios da Associação Portuguesa de Museologia, tendo sido premiado, na categoria de INVESTIGAÇÃO, nos Prémios APOM 2020.
Créditos: Museu Etnográfico da Madeira

cadernosdecampoo