LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN

Graça Pereira Coutinho nasceu em Lisboa, no ano 1947. Entre 1966 e 1971, frequenta o curso de escultura na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, onde chegou a concluir o terceiro ano. Em 1971 foi estudar para Londres, onde tirou o curso de pós-graduação na St. Martins School of Art.
Em Londres, nesta época, a artista tem um encontro bem-sucedido com a diversidade cultural, o movimento hippie e outros artistas portugueses que já lá estavam. É em Londres, que fixa residência , e onde ainda vive.
Entre 1975 e 1977, foi bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian.
Graça Pereira Coutinho reparte a sua atividade artística por uma multiplicidade de meios de expressão, pintura, escultura, fotografia e a instalação. Das inúmeras instituições em que realizou exposições destacam-se a Fundação Calouste Gulbenkian (Lisboa), Fundação de Serralves (Porto), Caixa Geral de Depósitos (Lisboa), Museu de Arte Contemporânea Osaka (Japão), MAC (Badajoz), Museu Histórico Nacional (Rio de Janeiro), Centro Britânico (São Paulo), Centro Cultural Ecco (Brasília), Museu de Arte Sacra do Funchal.
Expõe com frequência em Portugal e no estrangeiro: Todd Gallery, Londres; Galeria Graça Fonseca, Lisboa; Galeria Cristina Guerra, Lisboa; Galeria Porta 33, Funchal; Galeria João Esteves de Oliveira, Lisboa, entre outras.
O seu trabalho encontra-se em diversas coleções particulares e nas coleções da Caixa Geral de Depósitos, Fundação António Prates, Fundação PLMJ, Museu de Arte Contemporânea Belém, Brasil, Museu de Arte Contemporânea Osaka, Japão, Fundação Calouste Gulbenkian, Centro Cultural de Belém, Lisboa, entre outras. Destacamos ainda o Prémio recebido pela artista na Trienal de Osaka, Japão em 1991.

Créditos: MUDAS. Museu de Arte Contemporânea da Madeira

GracaCoutinho