LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN

Nasceu em 1963, em Castelo Branco. Estudou na Faculdade de Belas Artes de Lisboa. Leciona na Ar.Co desde 1989, onde é responsável pelo Departamento de Desenho e Pintura.
Com um percurso de mais de três décadas, as suas obras (com algumas incursões pela escultura) não abandonam a figuração e são caracterizadas pela exploração da noção de escala; pela relação formal e temática com a história da arte, nos cruzamentos de vários tempos históricos; pelo abarcar da relação entre erudição e géneros artísticos considerados menores; pela repetição e pela fragmentação de modelos.
Expõe regularmente desde 1988. O seu trabalho está representado em coleções nacionais, internacionais, públicas e privadas, na Europa e nos Estados Unidos. Está representado também na Galeia Jeanne Bucher, Paris, que acolheu Vieira da Silva e Arpad Szenes, bem como outros notáveis artistas.
Integrou várias exposições coletivas internacionais de arte Contemporânea Portuguesa. De entre mais de duas dezenas destacamos: “Tríptico Europália 91”, Bélgica, 1991; “Situation Zero, Recent Portuguese Visual Arts”, São Francisco, EUA, 2001; “Portugal Agora”, Portuguese Contemporary Art, Luxemburgo, 2007.
Individualmente apresenta também mais de duas dezenas de exposições, eis algumas: “Deserto”, Lisboa, 2011; “Deserto”, Paris, 2012; “Terra”, Lisboa, 2014; “Sala do Veado”, Lisboa, 2015; “The Silence of Animals”, Austria, 2015; “Black Deer — Résonances, Enlèvements, Interférences”, Paris, 2016; “Naked Lunch”, Lisboa, 2019.
Em 1993, no Funchal, Ilha da Madeira, apresenta trabalhos na Galeria Porta 33, dos quais este “Sem título”, óleo sobre tela, de fundo monocromático, amplo e vazio pela redução da escala do único elemento figurativo, fragmento de um todo.

Créditos: MUDAS. Museu de Arte Contemporânea da Madeira

 

MudasMiguelBranco