LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN

Porque hoje se comemora o Dia Mundial da Tuberculose, o Museu Quinta das Cruzes destaca um pormenor de um desenho do século XIX da autoria de Emily Geneviève Smith e que retrata uma cena quotidiana da cidade do Funchal.

Emily Geneviève Smith aportou no Funchal em outubro de 1841, em busca de melhoras para o avançado estado de tuberculose do seu marido, o reverendo Reginald Southwell Smith. Os Smith viveram na Madeira durante dois anos, ao longo dos quais, Emily Smith manteve um fiel registo de acontecimentos nos seus diários que pontualmente ilustrava com desenhos e esboços. Desenhadora e aguarelista dotada, Emily fixou em apontamentos a sua permanência na Ilha.
 
pormenordesenho
O álbum "Sketches by Emily Geneviève Smith" da coleção do Museu Quinta das Cruzes é constituído por 98 desenhos e aguarelas.
 Largo do Chafariz (pormenor) | 1841/1843 | Emily Geneviève Smith |Desenho a aguarela sobre papel| A. 12,7 x L. 18,6 cm | MQC 1084.91
Fotografia: © Arquivo MQC