LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN

As Coleções do Museu Etnográfico da Madeira. Comércio tradicional. 
A máquina registadora é, no caso deste antigo modelo da marca "National", pertencente ao acervo do museu, um dispositivo mecânico (mas pode ser eletrónico), que serve para calcular e registar transações comerciais, de venda de produtos.
Possui uma gaveta para armazenar os valores, que geralmente só abre após uma venda, ou com uma chave especial, detida apenas pelo responsável (geralmente o “caixa” ou o proprietário do estabelecimento comercial), permitindo um maior controle sobre as receitas, evitando desvios das mesmas. Quando a gaveta da registradora era aberta, tocava, geralmente, uma campainha, alertando o proprietário.
Mantém, também, um registo das transações e permite imprimir um recibo para o consumidor.
 Segundo consta, a primeira máquina registadora, a “Ritty Model I”, foi inventada em 1879, pelo americano James Ritty, proprietário de um “saloon” em Dayton, Ohio, com o objetivo de evitar roubos, por parte dos seus funcionários, tendo registado a patente apenas em 1883. Segundo consta, o inventor inspirou-se numa ferramenta, que contava as rotações da hélice de um navio a vapor.

maquinaregistadora