LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN

As Coleções do Museu Etnográfico da Madeira - Atividades Extrativas: Pesca. 
Os covos são armadilhas de gaiola, utilizadas na pesca, que se caraterizam pela sua rigidez e estrutura fixa, independentemente do seu tamanho e forma.
Atualmente, trata-se, geralmente, de estruturas em ferro, revestidas com uma rede plástica ou grade de arame e corda. Antigamente eram feitos com cana vieira, madeira, junco ou vime.
Utilizados na pesca de crustáceos, moluscos e peixes das águas costeiras e menos profundas, assumem a forma cilíndrica, poliédrica ou troncocónica, consoante a fauna marinha a que se destinam. Os covos com forma poliédrica, eram feitos com fibras de cana vieira, rachadas, entretecidas pelo mesmo sistema de empalhamento de filamentos de cipó, em fundos de cadeiras.
Como engodo, era comum utilizar-se nestas armadilhas, a lapeira, o besugo e a isca de cheiro e, como isco, vermes, moluscos, crustáceos e fragmentos ou vísceras de peixe.
Os covos são lançados em fundos, próximos da orla marítima, ficando assinalados por meio de uma boia, atada a uma corda.
BIBLIOGRAFIA:
NUNES, Adão A., Peixes da Madeira, Fac‑Simile da 2ª edição DRAC, Funchal, 1994.

oscovosn