LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN

Na rúbrica “um dia uma obra”, deixamos algumas notas sobre Ana Vidigal.

Nasceu em Lisboa, em 1960. Concluiu o curso de Pintura da Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa, em 1984. Foi bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian, entre 1985 e 1987. Foi artista residente no Museu de Arte Contemporânea do Funchal, Fortaleza de São Tiago entre 1998-99.

Expõe com regularmente desde 1981. Dos inúmeros projetos que contaram com a sua participação, destacamos, em 1995, o convite feito pelo Metropolitano de Lisboa para executar um painel de azulejos para a estação de Alvalade. Convite renovado em 2002 para a execução de vários painéis de azulejos da estação de Alfornelos. Ilustrou o livro de poemas infantis “Como quem diz” de António Torrado para a Assírio e Alvim (2005). Foi agraciada com vários prémios, entre os quais o Prémio Amadeo de Souza Cardozo, o Prémio Maluda e o Prémio Revelação de Pintura, III Bienal de Vila Nova de Cerveira.
Está representada em várias coleções públicas e particulares, entre as quais a do MUDAS.Museu.

Créditos: MUDAS.Museu de Arte Contemporânea da Madeira

anavidigalmudas