LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN

Em destaque algumas notas sobre René Bértholo (1935-2005), representado na coleção do MUDAS.Museu com várias obras, entre as quais “Croisements” (1979), que damos a conhecer.

Nasceu em 1935, em Alhandra, filho do pintor Augusto Bértholo. Frequentou o curso de pintura Escola Superior de Belas Artes de Lisboa entre 1951 e 1957, onde conheceu Lourdes Castro, com quem viria a casar em 1956.
Tal como muitos artistas da sua geração opta por sair do seu país. Em 1957, parte para Munique acompanhado de Lourdes Castro. Em 1959, enquanto bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian, instala-se em Paris. Naquela cidade o casal fundou o grupo KWY e inicia a publicação da revista com o mesmo nome. Associados a este grupo estão os artistas Costa Pinheiro, Gonçalo Duarte, José Escada, João Vieira, Jan Voss e Christo. Como membro deste grupo de artistas, participou em exposições nas cidades de Saarbrücken, Lisboa, Paris e Bolonha.
Na sequência da Revolução de 25 de Abril de 1974, René Bértholo regressa a Portugal em 1981, fixando residência no Algarve. Em 2000 integra a exposição “Making Choices” realizada pelo Museu de Arte Moderna de Nova Iorque. Nesse mesmo ano, o Museu de Arte Contemporânea de Serralves organizou uma importante retrospetiva da sua obra. Morre a 10 de junho de 2005.

Créditos: MUDAS.Museu de Arte Contemporânea da Madeira.

renebertolomudas