LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN


O relógio de bolso datado do início do século XX pertenceu ao Imperador Carlos d’Áustria, último monarca do Império Austro-Húngaro. O relógio apresenta um monograma coroado, cravejado de diamantes e composto pelas iniciais do nome do monarca e foi executado numa das mais famosas relojoeiras da Europa, a casa Breguet (1747-1823), fundada em Paris, em 1775 por Abraham-Louis Breguet.
Carlos d’Áustria, nascido em 1887, foi coroado Imperador em 1916 durante a I Guerra Mundial. Após o término da guerra e dissolução do Império, o monarca e família partiram em exílio, primeiro para a Suíça em 1919 e, posteriormente, para a Ilha da Madeira em 1921. Carlos d’Áustria residiu na Quinta do Monte, onde faleceu em 1922 de bronco-pneunomia. Foi beatificado a 3 de Outubro de 2004 pelo Papa João Paulo II.
Em agradecimento pelos serviços médicos prestados, este singular relógio foi oferecido pela família imperial ao Dr. Nuno Alberto Queriol de Vasconcellos Porto.
Esta peça integra as coleções do Museu Quinta das Cruzes desde 2009.

Créditos: Museu Quinta das Cruzes.

relogiodebolsocruzes