LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN

Em destaque algumas curiosidades sobre Jorge Queiroz, na rubrica "um dia uma obra". 
Nasceu em Lisboa em 1966. Frequentou o Ar.Co. Após uma curta estadia no Royal College of Art, concluiu o Mestrado em Artes Visuais na School of Visual Arts em Nova York. Em 2004 estabeleceu-se em Berlim e tem hoje uma ampla presença internacional em galerias e museus.
Destaque para a sua presença na Bienal de Veneza em 2003 e na Bienal de São Paulo em 2004. Vencedor do Prémio AICA em 2015.
Jorge Queiroz parte de um referencial pós-surrealista para criar um universo eminentemente pessoal. A matéria plástica, concretizada, ora em desenho, ora em pintura, ou num esbater da fronteira entre ambos, escorre fluidamente sobre o suporte gerando composições onde coabitam em simultâneo a turbulência e calmaria das imagens oníricas e figurativas em ambientes abstratos de um outro mundo.
Jorge Queiroz, no jogo do cheio-vazio, presença-ausência, perturba a relação figura-fundo, interior-exterior, cheio-vazio, rememorando o surrealismo na sua aparente manifestação do inconsciente. Persuade e desafia, os espetadores a desenvolverem interpretações das suas imagens fantásticas e a procurarem uma ordem, uma narrativa, nas suas justaposições de elementos visuais sem uma aparente hierarquia.

Créditos: MUDAS.Museu de Arte Contemporânea da Madeira.

jorgequeirozmudas