LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN

De forma paralelepipédica com tampa convexa. A frente, ilhargas e costas são lisas, destacando-se na zona frontal, nos cantos, embutidos de madeira mais escura com aplicação de linhas verticais mais claras. Assenta sobre pés esféricos metálicos. 
O interior é forrado a veludo vermelho, com coxos separadores para seis frascos e tampas de vidro, assim como uma pequena travessa octogonal, também em vidro. 
No interior da tampa, suporte especial de suspensão de dois cálices de vinho. Os vidros de qualidade apresentam por decoração, pintura de grinaldas com motivos vegetalistas a ouro. 
No exterior do tampo existem dois pequenos puxadores, assim como nas ilhargas, duas pegas de metal. 
Pode atribuir-se a uma oficina inglesa da transição do século XVIII para o século XIX conhecendo-se versões portuguesas com grande proximidade formal, marcando um insipiente Neoclassicismo. 
É conhecida a importância que os modelos Hepplewhite e Sheraton tiveram na marcenaria portuguesa.
Fonte: “Obras de Referência dos Museus da Madeira, 500 anos de História de um Arquipélago”; SRE/DRAC/DSM; 2009. [entrada de catálogo nº. 204].

Créditos: Museu Quinta das Cruzes.

frasqueira2viagem

Frasqueira de Viagem| Inglaterra, George III (1760-1801) | Fim do século XVIII | Mogno, raíz de mogno, pau-santo | A. 26,5 x L. 27,7 x P. 21,2 cm| MQC 1339.1 | © PedroClode2009