LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN

As crianças usavam, na escola primária, estes pequenos quadros pretos, designados popularmente por "lousas" ou "ardósias", pois consistiam em lamelas de ardósia, uma rocha silicoargilosa. 
Eram vendidas nas mercearias ou “vendas”, como são popularmente designados, na nossa ilha, estes estabelecimentos tradicionais, nos quais se pratica um comércio generalista, vendendo-se desde produtos da terra a artigos escolares. 
As crianças escreviam nas ardósias com um lápis de lousa ou giz, aprendendo a ler e a “fazer contas”. Tratava-se de um suporte de escrita facilmente editável, pois era utilizada e reutilizada vezes sem conta, apagando-se rapidamente com um pano e, muitas vezes, com a manga do casaco. Eram, no entanto, objetos frágeis, de pouca duração, pois partiam-se rapidamente, especialmente durante as brincadeiras no recreios. 
As Coleçôes do Museu. 
Comércio Tradicional / Mercearia. 

Créditos: Museu Etnográfico da Madeira

aardosiamem