LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN
Coleção do Museu Etnográfico da Madeira MEM.
Doação: José Júlio de Castro Fernandes e Maria João Spínola.
No âmbito do projeto desenvolvido no MEM e do qual resultou uma exposição temporária, e a edição em 2024, do livro” Arribar - Artes de cura e proteção”, o museu decidiu partilhar, nas páginas das Redes Sociais, uma nova rubrica, sobre a temática da medicina popular, que se inicia com este artefacto: “a caneca de doente”.
Antigamente, utilizava-se este utensílio em faiança, o “bule de caldo”, “bica” ou “caneca de doente”, para administrar o caldo aos doentes.
Tinha, normalmente, uma forma de chávena, com o topo parcialmente fechado e recortado, uma asa e um bico frontal, por onde os doentes ingeriam o caldo. Eram, maioritariamente, monocromáticos e alguns decorados com composições vegetalistas e filetes a dourado.
A doença diminui o apetite, por isso administravam-se caldos, para ajudar a convalescer. O de galinha era o mais usual, por ser uma carne mais magra e nutritiva.
Era confecionado com abundante água, pouco sal, uma galinha inteira ou as miudezas (coração, fígado e moelas), as asas, o pescoço e as patas. Era fervido lentamente, cerca de três a seis horas, até a carne se desfazer e diluir as suas propriedades terapêuticas na água, o “caldo”. Em seguida retiravam-se as partes da galinha, ficando somente o “caldo”.
Hoje, este utensílio caiu em desuso e o caldo de galinha foi substituído pela “canja”, servida num prato ou numa caneca, por ser mais nutritiva.
É crença popular que a “canja” por ser quente, aquece o organismo e ajuda a combater doenças associadas ao frio, especialmente a constipação e a tosse. Também é recomendada no tratamento da diarreia, a fim de combater a desidratação.
Em certas regiões de Portugal, existia a tradição, das mulheres, no período pós-parto, consumirem durante umas semanas, apenas “canja”, para poderem recuperar as forças.
Texto: César Ferreira
Fotografia: Florêncio Pereira
canecacolecaodomem n
Este sítio utiliza cookies para facilitar a navegação e obter estatísticas de utilização. Pode consultar a nossa Política de Privacidade aqui.