LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN

Neste Dia Mundial da Arte, o Museu de Fotografia da Madeira - Atelier Vicente's assinala a passagem pela ilha da Madeira de Eva Todor (n. Budapeste, Hungria, 9/11/1919; f. Rio de Janeiro, 10/12/2017), nome artístico de Eva Fodor, atriz húngara naturalizada brasileira.

Artista retumbante no Brasil e em Portugal, inicia o seu percurso artístico na sua terra natal, ao ser matriculada, com apenas 4 anos de idade, na Ópera Real de Budapeste, onde aprende ballet. Viria, contudo, a construir uma carreira sólida no teatro, cinema, rádio e televisão.
Ainda menina, emigra para o Brasil em 1929 e fixa-se em São Paulo, onde continua a estudar ballet no Teatro Municipal dessa cidade, onde foi solista com apenas 9 anos. A então provável carreira de bailarina, sofre um súbito desvio na década de 30, quando recebe convite para prestar provas para uma peça com a atriz brasileira Dulcina de Moraes (1908-1996). Apesar de não ter passado na audição devido ao seu sotaque estrangeiro, essa experiência leva-a a persistir na área, e alcança rápido sucesso a representar farsas no Teatro Recreio, dirigido por Luiz Iglézias (1905-1963) com quem vem a casar e fundar, em 1940, a sua própria companhia de teatro, denominada “Eva e seus artistas”, que passou por Portugal no final da década de 50, onde atuou durante três anos. Retorna a Portugal em 1961 com a sua companhia de teatro, e passa pela Madeira em trânsito para os Açores, no dia 15 de abril, tendo almoçado no Hotel “Golden Gate”. Numa segunda passagem, em maio desse ano, atua no Teatro Municipal Baltazar Dias, entre os dias 12 e 21 de maio, e no Cine Parque, de 22 a 24 de maio, e continua a sua digressão no dia 25 desse mês, com destino a África. A sua primeira participação televisiva ocorreu em 1957 com a série “As Aventuras de Eva”, que lhe abriu as portas para as telenovelas, tendo participado em mais de vinte produções deste género. Paralelamente às suas participações televisivas, incursa ocasionalmente pelo cinema, e destacamos a sua participação na comédia musical portuguesa “Pão, Amor e...Totobola!” (1964), realizada por Henrique Campos.
Os telespetadores portugueses tiveram a oportunidade de acompanhar os seus últimos trabalhos nas telenovelas “Caminho das Índias”, “Ti Ti Ti” e “Salve Jorge”.
 
eva1n
 
PERESTRELLOS PHOTOGRAPHOS
Eva Todor concede entrevista ao "Diário de Notícias", freguesia da Sé, concelho do Funchal | 1961-04-15
6,1 X 6,4 cm | Negativo simples, película | Gelatina sal de prata
MFM-AV, Inv. PER/2637
Em depósito no ABM
 
eva2n
 
 
PERESTRELLOS PHOTOGRAPHOS
Eva Todor e acompanhantes durante o almoço no "Hotel Golden Gate", freguesia da Sé, concelho do Funchal| 1961-04-15
6,1 X 6,4 cm | Negativo simples, película | Gelatina sal de prata
MFM-AV, Inv. PER/2636
Em depósito no ABM
 
eva3n
 
PERESTRELLOS PHOTOGRAPHOS
Retrato do grupo de teatro de Eva Todor no miradouro do Cabo Girão, freguesia e concelho de Câmara de Lobos | 1961-04-15
6,1 X 6,6 cm | Negativo simples, película | Gelatina sal de prata
MFM-AV, Inv. PER/2640.2
Em depósito no ABM