LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN

O Casino Monumental foi uma das referências da noite funchalense dos anos 20 e 30 do século passado. Em 1926, anunciava-se que o espaço de diversão estava aberto todos os dias das 15h00 à 1h00 da manhã com exceção das quartas-feiras, sábados e Noites de Gala nas quais o fecho seria às 2h00 da madrugada. Os visitantes alojados nos hotéis e os passageiros dos navios que estavam de passagem tinham entrada livre. Os residentes na Madeira precisavam de um cartão de sócio que seria apresentado na portaria do Casino, sempre que solicitado. Um dos anúncios em inglês elencava algumas das atividades possíveis, como por exemplo «Tea Parties», «Bridge Parties», existindo também restaurante, com cozinha sofisticada na preparação de jantares, ceias, serviço de sandes, gelados e bebidas quentes e frias. O Casino servia também banquetes, a pedido de clientes ou grupos e, nas Noites de Gala, os sócios deveriam reservar as suas mesas com a devida antecedência. A música de dança com carácter regular compunha o ambiente festivo deste espaço que possuía ainda, no segundo andar do edifício, uma biblioteca («Reading Room») para gáudio dos seus membros. Num outro cartaz mencionava-se «Gran Gala Dinner - Xmas Eve. 1926» e «Special Gala Dinner - New Year's Eve. 1926». O edifício era iluminado e decorado nos dias de festa, estando previsto fogo de artifício na noite da passagem de ano. O Casino encerrou a sua atividade em 1936 e o prédio foi sujeito a obras de ampliação, já no ano seguinte. Os melhoramentos dos arredores e anexos foram tidos também em conta neste projeto de arquitetura. As obras prolongaram-se por alguns anos. O antigo casino foi transformado num hotel. O «The New Avenue Hotel» teve a sua efetiva abertura depois da II Guerra Mundial, na retoma turística da cidade do Funchal, em 1949. Os anos 50 e 60 foram os seus anos de ouro, no movimento de turistas, rivalizando com outros importantes hotéis nos arredores como o Hotel Savoy, o Hotel Reid's e o Hotel Miramar. No que diz respeito à música passaram por este espaço entre outros, Rui Afonso, Alberto Amaral e Juvenal Abreu (duo), Roger Sarbib e Tony Cruz (duo) ou John Michael e Tony Cruz (duo). O Hotel Nova Avenida, designação mais tardia do referido hotel, foi adquirido posteriormente pelo Hotel Savoy. Na segunda metade dos anos 60, nasceria na cave do Hotel Nova Avenida o Gemini Club, aquela que foi uma das primeiras discotecas em Portugal. O Diário de Notícias da Madeira esteve presente na inauguração deste espaço noturno, a 23 de dezembro de 1965, referindo-se num artigo alusivo o seguinte: «O Gemini Club introduz na Madeira uma inovação largamente divulgada noutros centros, sobretudo em recintos especialmente concebidos para jovens (...) referimo-nos à música gravada para dançar, reproduzida e amplificada em aparelhagem de alta fidelidade que dá a ''presença'' em som de todos os mais famosos conjuntos musicais. Assinalando a abertura do «Gemini Club», queremos felicitar a empresa proprietária do Hotel Nova Avenida por esta feliz iniciativa, dum modo especial o seu principal impulsionador o Sr. José Dias, gerente deste hotel.» Começava no Funchal um novo conceito de animação, com ''disc jockey'' residente, em vez da música ao vivo. Os discos lançados na Inglaterra, os mais recentes e aplaudidos das grandes estrelas da música, chegavam ao Gemini Club em poucos dias. Alguns desses trabalhos, ainda em maquete ou disco em ''acetato'' (apenas para promoção discográfica), eram tocados neste espaço emblemático do Funchal, muito antes do seu lançamento oficial em Portugal. A 19 de novembro de 1967, o Diário de Notícias da Madeira faz menção a uma «Flower Power Party» lá realizada, naquele que considera ser um clube único em Portugal. A festa idealizada ao género do movimento pacifista hippie, tinha também a particularidade de celebrar os 1000 discos da coleção da discoteca. Muitos estrangeiros famosos do cinema e da música passaram pelo Gemini Club. Entre eles incluem-se, na memória de alguns dos frequentadores, os cantores ingleses Cliff Richard e Sandie Shaw, a vencedora do Festival da Canção da Eurovisão de 1967.
O Hotel Nova Avenida encerrou as portas no início da década de 70.

Pesquisa e texto: @Vitor Sérgio Sardinha
 
tonycruz
 
Tony Cruz 1958
 
albertoamaral
 
Alberto Amaral
 
casinomonumental

 
Casino Monumental anos 20

casinomonumentalsala

Casino Monumental, sala

gemini

Gemini Club 1966

monumentalcasinoanos30

Monumental Casino anos 30

rogersarbib

Roger Sarbib - 1961

ruiafonso

Rui Afonso anos 60