LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN

Na Rubrica de hoje, sobre as "Profissões Tradicionais" o Museu Etnográfico da Madeira destaca o Ferreiro. 
Quem se lembra deste artífice, a quem se pedia para fazer uma enxada ou uma foice, ou para consertá-las?
O ferreiro é o profissional que trabalha o ferro, depurando o metal bruto, malhando-o, recozendo-o e modelando-o a quente.
Trata-se de uma profissão milenar, que existe desde que o homem aprendeu a moldar os metais.
Durante a Idade Média era comum a imagem do ferreiro da aldeia, responsável por toda a metalurgia do povoado e forjador de armas, já que era sua função fabricar as espadas, lanças, machados, etc., utilizados pelos soldados, bem como as couraças, elmos e outros dispositivos de proteção.
Ao conjunto de ferramentas utilizadas por este profissional, dá-se o nome de “forja”, sendo este termo também utilizado para designar a oficina deste artífice.
As matérias-primas utilizadas são o aço e o ferro bruto, e o carvão, para a combustão. Muitas das ferramentas que os ferreiros utilizavam haviam sido herdadas da família, visto o ofício, transmitir-se, regra geral, no seio familiar.
Uma das ferramentas mais utilizadas é o grande fole, com o qual avivam o fogo, atiçando e mantendo o carvão em brasa, através do ar comprimido e depois insuflado, que sai do seu bico, numa atividade constante. É a ação do calor que fornece ao metal um tom incandescente, tornando-o maleável.
As tenazes permitem segurar as peças, as quais, sobre a bigorna, e com o auxílio do martelo, são modeladas, dando-lhes o ferreiro a forma desejada.
Antigamente, estes profissionais produziam, essencialmente, ferramentas e utensílios de trabalho, nomeadamente alfaias agrícolas mas, também, outros objetos usados no quotidiano.
Os agricultores eram os trabalhadores que mais recorriam a estes artífices para a construção das suas alfaias agrícolas, ou para a sua manutenção, como os arados, as enxadas, as foices, os garfos ou as pás. Mas também os moleiros, os tanoeiros e tantos outros profissionais, a eles recorriam, para o fabrico das ferramentas, em aço ou ferro, necessárias às suas profissões. Por esse motivo, eram muito procurados e bem remunerados.
A aprendizagem do ofício era, geralmente, feita desde tenra idade, pelo que os ferreiros tinham aprendizes ao seu serviço.

ferreiro