LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN

No âmbito do projeto desenvolvido no Museu Etnográfico da Madeira e do qual resultou uma exposição temporária e a edição, em 2019, do livro “Festas e Romarias da Madeira” (o Nº3 da nossa coleção “Cadernos de Campo”, premiada com o Prémio APOM 2019, na categoria de Investigação), o museu decidiu partilhar, nas páginas das Redes Sociais, diferentes álbuns, com imagens que fazem parte dessa obra.

Em 2020 partilharam várias festas, de todos os concelhos, procurando assinalar alguns aspetos que as caraterizavam. No início deste ano, divulgaram alguns artefactos, relacionados com os rituais profanos e religiosos. Agora irão partilhar a gastronomia.
Esta semana, é divulgada a “espetada” madeirense, um dos pratos mais conhecidos da gastronomia tradicional da Região.
Trata-se de carne de vaca, cortada em quadrados pequenos, enfiados num pau de louro e assados sobre as brasas. Nas festas e romarias é confecionada no calhau ou perto das" barracas de comes e bebes", geralmente ornamentadas com ramos de loureiro e é tradicionalmente acompanhada com bolo do caco e “vinho seco” (vinho regional) ou refrescos.
Embora este prato exista noutra países, é a forma como é confeccionado, nomeadamente a utilização do pau de louro, ou seja, os ramos grossos do loureiro (planta endémica da Madeira e Canárias - "Laurus novocanariensis" Rivas Mart., Lousã, Fern. Prieto, E. Dias, J. C. COSTA & C. Aguiar), que o distingue dos demais.
 
espetadan