LogoCmadeira2020

LogoSRTC2020

PT EN

 

a saber

 

 

Agenda Cultural

Dia 12 dezembro | 18h00. Concerto de Natal com a Orquestra de Sopros, Coro juvenil e Ensemble Vocal Feminino "Ninfas do Atlântico".  No Centro de Congresso do Casino da Madeira. ...

Dia 10 Dezembro | 18h30. Concerto de Natal pelo “Estúdio de Música Antiga”. No Palácio de São Lourenço. Professor responsável: Giancarlo Mongelli. 

De 6 de dezembro a 26 de fevereiro. Na Casa da Cultura de Santa Cruz | Quinta do Revoredo. Da autoria de Carlos Valente, no âmbito do 28º aniversário da Casa da Cultura. 

Dias 9, 10 e 11 dezembro | 21h00. Dia 12 dezembro | 18h00. Na Casa da Cultura de Câmara de Lobos. O Teatral - Grupo Teatral de S. Gonçalo apresenta, integrada nas Comemorações do...

Mais Agenda Cultural

 

Notícias

(…) É esta a quadra por excelência dos divertimentos: as guitarradas, o fogo de artifício, as bombas e a visita às «lapinhas» pela boca da noite, com o pretexto muitas vezes de se jogar às cartas...

A Secretaria Regional de Turismo e Cultura, através da Direção Regional do Arquivo e Biblioteca da Madeira assinou ontem um contrato de depósito com os responsáveis da Igreja Inglesa ou Igreja...

A “Festa” é uma das celebrações mais importantes do povo madeirense. A sua preparação reveste-se de grandes preparativos e rituais que caraterizam a época. A armação da “lapinha”, como se...

Dias 9, 10 e 11 de dezembro | Das 14h00 às 19h00. No Atelier do roseiral – Quinta Magnólia – Centro Cultural. Entrada junto aos campos de baixo, no roseiral.  A Quinta Magnólia -...

Mais Notícias      

 

Atividades

Estão abertas as inscrições para a oficina “Descrição de Equipamentos Fotográficos”, que se realizará no Museu de Fotografia da Madeira – Atelier Vicente’s no dia 15 de dezembro de 2021. Esta...

Um projeto dos Serviços Educativos do Museu Etnográfico da Madeira. A entrega dos trabalhos deverá ser efetuada até o dia 7 de dezembro. A Mostra dos trabalhos, estará patente ao público...

Dia 9 de novembro | 10h00. No MUDAS.Museu de Arte Contemporânea da Madeira. Uma visita pensada e articulada com a disciplina de Geografia que aborda a arte e as preocupações ambientais. Uma...

Dia 5 de novembro | 11h00. MUDAS.Museu de Arte Contemporânea da Madeira. Uma visita pela coleção de Arte Portuguesa Contemporânea do museu, pensada para um público intergeracional. Uma viagem pela...

Mais Atividades

 

 

a descobrir

 

Visitas Virtuais

Tema do mês do Museu Etnográfico da Madeira. Projeto mensal de divulgação, online, de diferentes temas da nossa cultura material e imaterial. Ficha Técnica: Coordenação: Lídia...

A Cabaça é uma designação comum para os frutos que nascem de diferentes plantas da família Cucurbitaceae. Trata-se de um fruto de diferentes tamanhos em formato semelhante ao de uma pera, de nome...

Tema do mês de novembro do Museu Etnográfico da Madeira. Projeto mensal para divulgação de diferentes temas do nosso património cultural material e imaterial. Ficha Técnica: Coordenação:...

Leiteira. O gado bovino começou a ser mais do que uma força de tração que auxiliava nas atividades agrícolas e passou a gerar outros rendimentos, dos quais se destaca a produção de leite – que se...

Mais Visitas Virtuais

Obras, Artistas e Coleções

Da coleção do Museu Quinta das Cruzes. Inglaterra, século XVIII. Madeira, entalhada, torneada, dourada e pintada. Alt. 173,8 x Larg. 90,4. MQC 2201. ©Arquivo MQC 2007. Museu Quinta das...

O conjunto de louça que surge na imagem foi concebido pela Fábrica de Loiça de Sacavém, fundada em 1850, em Lisboa. O termo “louça” ou “loiça” é uma designação geral para a manufatura de peças em...

Isabella Hurst de França (Londres, 1795 - Southampton,1880). Pintura a aguarela. Madeira, ca. 1853-1854. Créditos: Casa-Museu Frederico de Freitas

Faiança (stoneware). Inglaterra, Staffordshire, séc. 19. Créditos: Casa-Museu Frederico de Freitas  

Mais Obras, Artistas e Coleções

 

 

a conhecer

 

Sabia que (?)

Durante parte dos séculos XVI e XVII, Portugal encontrava-se sob domínio espanhol. Sucedeu-se este acontecimento pelo facto de D. Sebastião, o rei em vigência até 1578, ter sido declarado como...

Os “limpa-chaminés” eram homens geralmente trajados de cor escura, enegrecidas pela profissão, que se faziam acompanhar de compridas varas, feitas com urze e canavieira, no topo das quais fixavam...

Antigamente, além da sua utilização, como combustível, no consumo doméstico, a madeira era usada pelos carpinteiros, na construção civil, pelos marceneiros, na construção de mobiliário e por...

No Arquipélago da Madeira eram utilizados dois instrumentos para “preparar” (mobilizar) a terra: a enxada e o arado. Enquanto o arado surgia, em princípio, associado à cerealicultura, a enxada...

Mais Sabia que (?)

Olhares sobre o passado

O Museu de Fotografia da Madeira - Atelier Vicente's assinala hoje o Dia Internacional da Aviação Civil, uma efeméride instituída em 1996 pela Assembleia Geral das Nações Unidas, como forma de...

Em local não identificado | 1930. Créditos: Museu de Fotografia da Madeira - Atelier Vicente's. ÁLVARO NASCIMENTO FIGUEIRA 5,9 x 8,9 cm | Negativo simples, vidro | Gelatina e sais de...

Celebra-se hoje o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, que tem como principal objetivo sensibilizar a população em geral para essa realidade, e promover assim a inclusão e a igualdade na...

O Museu de Fotografia da Madeira - Atelier Vicente's assinala hoje os costumes e tradições da “Festa”, designação pela qual é conhecida a época Natalícia na Madeira. Apresentamos um conjunto de...

Mais olhares sobre o passado

 

CulturalComunicacaoSet2021A Secretaria Regional de Turismo e Cultura através da Direção Regional da Cultura proporciona uma formação gratuita destinada aos Agentes e Associações Culturais da Região Autónoma da Madeira.

Como comunicar um espetáculo, uma exposição, um festival de cinema ou outros eventos culturais?
Neste curso de 25h orientado por Inês Lampreia, diretora de comunicação da Materiais Diversos, irás aprender sobre os vários aspetos da comunicação cultural, desde a estratégia até à prática. Como despoletar o interesse das pessoas pelos eventos culturais que desenvolvemos? Que estratégias e que ferramentas melhor se adaptam a diferentes dimensões e formatos de eventos culturais? Como chegar a públicos específicos? Como desenhar uma estratégia de comunicação? Estas e outras questões serão problematizadas e analisadas ao longo do curso, assim como conceitos, estratégias e técnicas de comunicação adaptadas ao meio cultural, quer numa vertente teórica, quer numa vertente prática.

 

 

 

 


Quais são os objetivos deste curso?
• Compreender a importância de uma estratégia de comunicação aplicada
• Estabelecer Plano de Meios, de produção e distribuição
• Desenvolver um plano de marketing digital
• Como desenvolver uma estratégia de assessoria de imprensa
• Como estabelecer parcerias de media e de apoio à divulgação
• Como executar um plano estratégico de comunicação 

Qual é o mapa das aulas?
Aula 1 | Apresentação
Breve apresentação do curso e da formadora. Apresentação de cada aluno para melhor adaptação dos conteúdos do curso. Abordagens à importância da estratégia de comunicação.
Aula 2 | Mapeamento para estratégia e comunicação
Avaliação de público-alvo e seus comportamentos, posicionamento artístico e objetivos do evento a comunicar, caracterização da identidade do evento e linguagem a utilizar. Comunicação e acessibilidade.
Aula 3 | Plano estratégico de comunicação
Estabelecimento de uma estratégia combinada para um evento cultural. Exploração de ferramentas de planeamento.
Aula 4 | Identidade visual
A criação da identidade visual na estratégia de comunicação de um evento cultural articulada com as ações de comunicação que se pretendem efetuar. Como pensar desenvolver e gerir a identidade visual de um evento. Benchmarking.
Aula 5 | Parceiros media e de apoio à divulgação
Que parcerias estabelecer para garantir maior visibilidade ao evento cultural. Negociação e planeamento de parcerias.
Aula 6 | Plano de meios e campanha outdoor
Definição de meios e respetivo planeamento; definição de campanha outdoor e objetivos a atingir.
Aula 7 | Assessoria de imprensa
Planeamento de assessoria de imprensa; Exploração de ferramentas de assessoria de imprensa.
Aula 8 | Estratégia digital
Definição da presença digital e planeamento de acordo com a estratégia do definida para o evento. Definição de linguagem adaptada, estabelecimento de campanhas e redes sociais.
Aula 9 | Casos práticos
Apresentação de exemplos de campanhas de comunicação cultural por parte dos alunos e da formadora. Discussão e análise dos exemplos apresentados.
Aula 10 | Apresentação dos projetos
Apresentação do breve plano estratégico de comunicação para um evento cultural desenvolvido individualmente. Discussão dos projetos e apreciação crítica.

Quais as datas das aulas?
As aulas decorrem das 09h00 às 11h00 nos dias:
01, 03, 08, 10, 15, 17, 22, 24 e 29 de novembro (segundas-feiras e quartas-feiras)
2 de dezembro

Como é feita a avaliação?
Cada curso tem um conjunto de 4 critérios claramente definidos. Dois desses critérios existem em todos os cursos da Academia Gerador e outros dois são da responsabilidade de cada Professora.
Critérios Academia Gerador
Participação | Capacidade do estudante intervir de forma positiva, valorizando-se a proatividade. Vale 20% da nota final.
Criatividade | Capacidade de encontrar soluções originais para os desafios colocados. Vale 20% da nota final.
Critérios escolhidos pela Professora
Exercícios Propostos| Capacidade de criação de um comunicado de imprensa adequado ao evento previsto. Vale 30% da nota final.
Projeto final | Capacidade de desenhar brevemente um plano estratégico de comunicação para um evento cultural. Vale 30% da nota final.

 

CulturalComunicacaoSet2021.1Nota sobre a formadora
Inês Lampreia
Inês Lampreia é diretora de comunicação da Materiais Diversos, desde Março de 2019, e coordena a comunicação da Agência 25. Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação (ISCTE), dirigiu em 2020 a comunicação da exposição Festa. Fúria. Femina. - Obras da Coleção FLAD. Entre 2016 e 2019 foi a responsável de comunicação da estrutura dedicada às artes performativas Alkantara e, em 2018, do programa Hospitalidade. Colabora ainda com a Compahia Maior, a produtora de exposições Terra Esplêndida e trabalhou também com o Centro Cultural de Cascais/Fundação D. Luís.
Na área do jornalismo, foi editora da revista VEGA (2004-2008) e colaboradora da National Geographic, Diário de Notícias e Fotomagazine.
Enquanto autora, foi premiada pela Casa do Alentejo na categoria de conto, em 2012, foi publicada pela Edições Pasárgada, Centro de Estudos Mário Cláudio, pela Kultivera Editions (SE), e em revistas de literatura internacionais. Escreve regularmente as Crónicas da Pós-Normalidade, publicadas na plataforma cultural Coffeepaste.
Está também ligada à área da formação, conceptualizando e desenvolvendo metodologias pedagógicas não formais nas áreas da escrita criativa, poesia visual, códigos de linguagem e educação para os média. Desenvolve e integra o projecto Young Writers Lab - An international Collaborative Laboratory for Writers&Students, desde 2016 (Suécia).
Em produção cultural foi diretora executiva do MONSTRA – Festival de Animação de Lisboa (2009-2011), coordenadora executiva da APORDOC – Associação para o Documentário (2013), produtora no Festival Alkantara (2012-2016) e no CITEN – Centro de Imagem e Técnicas Narrativas, da Fundação Calouste Gulbenkian.

 

Descarregar pdf 

Ficha de inscrição

 

DRC Cores

Quem Somos

A Direcção Regional da Cultura (DRC) é um serviço executivo.

Onde Estamos

Localize os Espaços de Cultura navegando no google maps!

Resenha Histórica

O Arquipélago da Madeira na resenha Histórica.

Eventos Plurianuais

Conheça os Eventos Culturais que se realizam ao longo do ano!

Atlas da Cultura – Entidades Culturais

Conheça as Entidades Culturais da Região Autónoma da Madeira.

Divulgar Evento

Promova o seu Evento Cultural neste espaço. Contacte-nos, estamos a sua espera!